Pages

28/05/2013

Gêmeas Olsen


Boa Noite meus queridos leitores, como estão?
Essa semana ao ligar a TV me deparo com duas carinhas que fizeram parte da minha infância e logo me perguntei por onde elas andam? Será que se entregaram as drogas como a maioria das famosas que provam da fama desde pequenas? O que será que elas andam fazendo?
Aposto que as gêmeas Mary-Kate e Ashley Olsen fizeram parte da infância e da adolescência de muitos de vocês, aposto também que assim como eu vocês se confundem entre qual é qual. (risos)


As irmãs completam seus 27 anos no dia 13/06, começaram muito cedo sua carreira, com apenas 9 meses as gêmeas estrearam na série de TV ''Três é demais'' , estrelaram vários filmes e hoje são ícones de moda e referência de estilo, podemos afirmar que as gêmeas passaram de atrizes teen há estilistas de sucesso.
Ao decorrer da minha pesquisa sobre eles fiquei muito feliz em saber que elas estão muito bem, que não se envolveram em escândalos e nem se envolveram com drogas. 

Por serem famosas desde bebê, quando estrearam no show business, as gêmeas Olsen passaram a vida toda sob os holofotes. Mas hoje em dia não é a atuação delas em frente às câmeras que chama a atenção. No comando de um verdadeiro império da moda – a The Row é apenas a marca mais famosa, entre inúmeros negócios –, elas têm dado o que falar pelas roupas que criam e usam no dia a dia. Sim, Mary-Kate e Ashley passaram de bebês fofinhos a ícones de estilo.
Embora tenham menos de 1,60 m, com salto, e pareçam frágeis à primeira vista, elas têm pulso firme. Também é quase uma pegadinha a ideia de que sejam idênticas. Pode ser difícil distingui-las logo de cara, mas um pouco de convivência mostra que elas têm não só gostos diferentes, mas personalidades opostas. Denominam-se “gêmeas espelho”: uma é canhota, a outra destra; uma opera com o lado esquerdo do cérebro, outra com o direito; uma é mais focada em business, outra em criação. “Nós nos interessamos por coisas diferentes, mas sempre chegamos ao mesmo lugar”, diz Ashley, a mais introvertida,  “Basicamente, é um processo de raciocínio compartilhado por duas pessoas”, completa Maty-Kate, a mais fashionista. “Nós equilibramos uma a outra. Nada jamais iria nos dividir do ponto de vista criativo. Podemos até ter projetos paralelos, mas trabalhamos melhor como equipe.” complementam.



Apesar de dividirem o mesmo quarto de hotel quando viajam, cada uma mora em um apartamento em Lower Manhattan, Nova York, separados por um quarteirão. Ainda assim, juram passar mais tempo juntas do que separadas – apenas dormem sozinhas. São melhores amigas, além de irmãs. Criadas nos subúrbios de Los Angeles pelo pai, corretor de imóveis, e pela mãe, dona de casa, viraram famosas quase por acidente. Os pais resolveram levá-las a uma audição, aos 9 meses, porque os bebês gêmeos parecidos costumavam ter uma grande demanda nos sets de filmagem. Elas eram fofas e, melhor ainda, quietas. Não demoraram para conquistar os produtores e o público. “Trabalhamos sem parar até os 18 anos”, resume Ashley. “Então, decidimos dar um tempo para fazer faculdade e começamos a nos questionar se realmente queríamos continuar na indústria de entretenimento.”

Fortes no universo da moda, Ashley e Mary-Kate exibem a mesma discrição. Em vez de aproveitar a fama que têm, fazem tudo para ignorá-la e se focam cada vez mais no trabalho – o objetivo delas sempre foi provar que a The Row não era apenas mais uma grife de celebridades. Não têm contas no Twitter nem nunca deixaram vazar fotos “acidentalmente” do iPhone. Têm um motorista corpulento, mas dispensam seguranças e andam normalmente pelas ruas de Manhattan. Também nunca saíram dos trilhos, como é comum, no caso de celebridades mirins. “Nunca me senti uma rebelde”, diz Ashley. “E me sinto bem mais à vontade quando estou trabalhando.”Quando pensam sobre os próximos dez anos, a resposta é unânime. Mary-Kate olha para Ashley, dá uma risada e diz: “Vamos ficar felizes só por sermos adultas de verdade”.


Então, espero que tenham gostado do post de hoje. Espero também que tenham curtido saber como as gêmeas Olsen estão. Beijo e até a próxima! * ;


*Parte do texto foi retirada da matéria da Revista Elle: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário